domingo, janeiro 29, 2006

O Homem do Colorado - Stephen King


O tempo nada esclarece. Adensa aliás o mistério. Dois velhos jornalistas de província contam a Stephanie, a jovem estagiária, os meandros de um crime numa perfeitamente esclarecido. Há vinte anos atrás foi descoberto um corpo ao largo de Maine. Ninguém o reclamou, ninguém o identificou. A investigação foi intensa, mas ainda hoje faltam algumas peças do puzzle. Stephen King, mestre do horror e suspense, experimenta aqui os domínios do romance de detectives dando-lhe o seu especial toque a negro mistério.

Exímia e arrepiante história. Stephanie é a nova estagiária do jornal da ilha. Numa calma tarde os dois veteranos da casa resolvem contar à jovem uma das suas mais duras investigações... Há anos atrás foi encontrado um corpo nas imediações de Maine. Não existiam indícios, as pistas tinham sido apagadas, parecia de todo impossível identificar o corpo. Decididos a resolver o caso os dois jornalistas continuaram as suas perigosas investigações. Será a jovem estagiária capaz de desvendar finalmente o mistério...?

Inconfundível, Stephen King regressa à escrita com este envolvente «O Homem do Colorado». A história tece-se cheia de detalhes, prende-nos até à última página, faz-nos mergulhar no lado mais obscuro da mente humana. Depois de livros como «Shining» e «Misery», o autor visita de forma original – e absolutamente aterradora - o romance de detectives. (Devo dizer que achei este parágrafo exagerado...)

Bem, este foi outro livro que li neste mês de Janeiro. Foi o 1º do Stephen King que li, e tenho a certeza que os anteriores dele não têm nada a ver com este. Apesar de tudo gostei, foi realmente uma história misteriosa. Adorei os personagens, se pudesse entrava no livro e ía beber um café com eles! eh eh! Espero ter a oportunidade de vir a ler os clássicos deste senhor.

8 comentários:

Amaral disse...

Histórias arrepiantes… Stephanie é um nome bonito… Nem parece soar bem dentro do "homem do Colorado"… Mas a história prende o leitor… e isso o autor conseguiu, o que é importante…

Kalinka disse...

...«Stephen King, mestre do horror e suspense...dando-lhe o seu especial toque a negro mistério...»
Só esta definição, me assusta e faz fugir deste tipo de livros.
...«Exímia e arrepiante história...»pois é.
O nosso dia a dia já tem tanto de horror, arrepiante, que eu prefiro ler histórias mais «softs»...
No entanto, admiro a tua coragem de leres estas coisas...
Se eu tiver os clássicos desse senhor, ofereço-tos de boa vontade.

Fladybird disse...

Olá, o meu nome é Joana e também sou aluna da UA, indo também fazer exame de Int. às C.S. hoje. Já vi que temos também outro gosto em comum, a leitura. Queria só desejar boa sorte para o exame de hoje, e dizer que tomei a liberdade de adicionar o teu blog nos meus links. Beijinhos, Joana Félix

Cakau disse...

Eis um livro que, por acaso, não gostei de ler. E já li vários de Stephen King.

Também admito que tenha a ver com a disposição com que se lê este tipo de livros :) *

pikenatonta disse...

RE Amaral: Gosto sempre dos teus comentários... E depois até fico sem saber que te dizer! :)
Beijinhos!!!

pikenatonta disse...

RE Kalinka: O livro não tem absolutamente nada de terror! :)
Por isso escrevi no post que tinha achado certo parágrafo exagerado! Bastante até...
Acredito que prefira outras leituras! ;)
Beijocas!

pikenatonta disse...

RE Fladybird: Olá Joana! Fiquei muito contente com a tua visita no meu blog! Também já fui ao teu! ;)
E que tal te correu o exame? Eu achei um bocado difícil... Mas dei o meu melhor...Estive lá 2 horas! :p
Beijocas!!! Dispõe!

pikenatonta disse...

RE Cakau: Exactamente por teres lido mais livros dele é que não gostáste deste. Calculo que também quando ler mais dele não vou achar piada nenhuma a este! :)
Beijinhos!!!