sexta-feira, março 31, 2006

April Swap (Purple and Green)

Está pronta finalmente e vai seguir viagem hoje! Diverti-me muito a juntar material, espero que a minha parceira goste de tudo, ou quase tudo! ihih! As cores de Abril são verde e roxo. As inscrições para o mês de Maio acabam a 5 de Abril. Mais informações em http://www.flickr.com/groups/swap-o-rama/


quinta-feira, março 30, 2006

28º postal - Indonésia


From prayogapetra
Não, não gostei deste postal... :s

quarta-feira, março 29, 2006

A Vida Secreta das Abelhas de Sue Monk Kidd

Image hosting by Photobucket



"Lily cresceu na convicção de que, acidentalmente, matou a mãe quando tinha apenas quatro anos. Do que então aconteceu, ela tem não só as suas próprias recordações mas também o relato do pai. Agora, aos catorze anos, tem saudades da mãe, a quem mal conheceu mas de quem recorda a ternura, e sente uma desesperada necessidade de perdão. Vive com o pai, violento e autoritário, numa quinta da Carolina do Sul, e tem apenas uma amiga, Rosaleen, uma criada negra cujo semblante severo esconde um coração doce. Na década de 60, a Carolina do Sul é um sítio onde a segregação é ainda realidade. Quando, ao tentar fazer valer o seu recém-conquistado direito de voto, Rosaleen é presa e espancada, Lily decide agir. Fugidas à justiça e ao pai de Lily, elas seguem o rasto deixado por uma mulher que morreu dez anos antes e encontram refúgio na casa de três excêntricas irmãs apicultoras. Para Lily esta vai ser uma viagem de descoberta, não só do mundo, mas também do mistério que envolve o passado da mãe."

Gostei bastante deste livro, no início não dava muito por ele, mas à medida que a história se foi desenvolvendo, começei a gostar muito. Foi uma óptima leitura, a mim envolveu-me bastante, especialmente por falar de um tema muito importante: o racismo.

segunda-feira, março 27, 2006

27º postal - Canadá

From Vegvisir

This is the mailbox where he put my card! :)

sábado, março 25, 2006

Niketche - Uma História de Poligamia de Paulina Chiziane

Image hosting by Photobucket



«Rami, casada há vinte anos com Tony, alto funcionário da polícia, de quem tem vários filhos, descobre que o partilha com várias mulheres, com as quais ele constitui outras famílias. O casamento, de «papel passado» e aliança no dedo, resume-se afinal a um irónico drama de que ela é apenas uma das personagens. Numa procura febril, Rami obriga-se a conhecer «as outras».O seu marido é um polígamo!
Niketche, dança de amor e erotismo, é um espelho em que vemos e revemos, mas no qual, seguramente, só alguns de nós admitirão reflectir-se.»

Li este livro em Fevereiro, bookring da nninoca, e sinceramente estava à espera de mais... O conceito é interessante, o problema é que achei a história longa e um pouco chata... Gostos não se discutem! eh eh! Confesso também que li-o depois do "Sputnik, meu amor", e eu estava ainda no mundo deste último que adorei... :)

Fica aqui apenas um dos excertos do livro que gostei muito:

«O amor é sublime, não pode ser mexido por mãos humanas. Ele vem, toca-nos e marca-nos o coração com cicatrizes profundas. O amor é superior, voa alto e poisa onde deseja. O amor é independente, não se compra, não se vende. É brisa que vai, brisa que vem, que entra no peito e se instala sem pedir licença. Nasce e morre onde lhe dá na gana. É sopro mágico da flauta dos campos, que encanta, que faz a alma voar. Refresca como a água das fontes e fortalece o espírito. Quando entende pode ser mais violento e arrasador que tempestades. O amor é diamante. É efémero e eterno como uma grão de poeira.»

sexta-feira, março 24, 2006

26º postal - Nova Zelândia

NZ-1828



From Andie4

* Aerial view of Lake Benmore. The lake was created in 1965 with the completion of Benmore Dam. The lake covers 7,900 hectares. North Otago, New Zealand

quinta-feira, março 23, 2006

25º postal - Holanda!!

NL-4389



From sixx
Typical Dutch - Netherlands

quarta-feira, março 22, 2006

Sputnik, Meu Amor de Haruki Murakami


«O narrador, um jovem professor primário, está apaixonado por Sumire, uma rebelde que conheceu na universidade. Um dia, num casamento, Sumire conhece Miu, uma mulher fascinante e misteriosa, de meia-idade, por quem se apaixona loucamente, acabando por se transformar na sua secretária. Partem para a Europa, numa busca que as empurra para uma estranha e mútua descoberta, e também para um desenlace assombrado. Ensaio sobre o desejo humano e a especulação sobre o destino, o livro de Haruki Murakami é um exuberante exemplo da arte de um dos mais importantes escritores do Japão contemporâneo.»

Ora bem... que dizer deste livro que li de um dia para o outro? Foi um livro que me conseguiu agarrar, prender, cativar... Penso que foi devido à escrita deste autor que não conhecia. Adorei a escrita dele! Gostei imenso dos personagens, gostei da história, enfim, adorei o livro!
Ficam aqui umas passagens do livro que pessoalmente gostei muito:

«Se desta vida imperfeita eliminássemos tudo o que é inútil, a imperfeição deixaria ela própria de fazer sentido»

«Porque será que estamos condenados a ser assim tão solitários? Qual a razão de tudo isto? Há tanta, tanta gente neste mundo, todos à espera de qualquer coisa uns dos outros, e, contudo, todos irremediavelmente afastados. Porquê? Continuará a Terra a girar unicamente para alimentar a solidão dos homens?»

terça-feira, março 21, 2006

Frida Kahlo 1907 - 1954

Image hosting by Photobucket



Sábado passado fui ver a exposição desta artista de origem mexicana, que se consagrou como uma das figuras mais importantes do século XX. Embora a sua produção pictórica conte com apenas 200 obras de arte, a verdade é que a sua obra, a sua imagem e a sua vida suscitam grande curiosidade e profunda admiração. Cinco décadas após a sua morte, Frida continua a exercer um enorme fascínio pela sua arte controversa, os seus amores difíceis e o seu sofrimento físico.


Image hosting by Photobucket


«No dia 17 de Setembro de 1925, Frida viajava acompanhada por Alejandro Arias, seu namorado, num autocarro que ia para Coyoacán. Regressavam do liceu. A artista recordou o acidente da seguinte maneira:

Pouco tempo depois de entrarmos no autocarro deu-se a colisão. Tínhamos apanhado outro autocarro, mas como tinha perdido a minha sombrinha saímos para ir procurá-la. Foi por essa razão que entrámos naquele autocarro, que me destruiu. O acidente deu-se numa esquina, em frente ao Mercado de San Lucas, exactamente em frente. O eléctrico seguia lentamente, mas o nosso condutor era um jovem muito nervoso. O eléctrico, ao dar a volta, arrstou o autocarro contra a parede.
Eu era uma rapariguita inteligente, mas pouco prática, apesar da liberdade que tinha conquistado. Talvez por isso, na altura, não tenha medido a situação nem tenha intuído a natureza das minha lesões. A primeira coisa em que pensei foi no bolero de cores bonitas que tinha comprado nesse dia e que levava comigo. Tentei procurá-lo, pensando que tudo aquilo não teria consequências de maior.
É mentira que nos damos conta do choque, é mentira que se chora. Em mim não houve lágrimas. O choque atirou-nos para a frente e um corrimão trespassou-me como uma espada a um touro. Um homem percebeu que eu estava com uma grande hemorragia, pegou em mim e pousou-me sobre uma mesa de bilhar até que a Cruz Vermelha me veio buscar.

Frida nunca teve coragem de representar o acidente numa pintura. No entanto, fez alguns desenhos e esta pintura intitulada "O autocarro", na qual se podem observar as pessoas que viajavam neste tipo de transportes.»

Finalizo apenas recomendando vivamente o filme "Frida", é excelente! :)

segunda-feira, março 20, 2006

20 de Março – Dia Mundial Sem Carne

Image hosting by Photobucket

Iniciativa lançada nos EUA em 1985 pela FARM (Farm Animal Reform Movement), o Dia Mundial Sem Carne é actualmente uma das maiores campanhas de sensibilização à dieta vegetariana realizada a nível mundial.
Neste dia, as pessoas são convidadas a fazer uma alimentação alternativa, à base de vegetais e frutas e sem a ingestão de qualquer tipo de carne ou peixe.
Celebra a chegada da Primavera de uma forma diferente!

Vantagens de uma alimentação sem carne:
- Diminui o colesterol, reduzindo assim o risco de desenvolver doenças cardíacas, como um ataque cardíaco ou aterosclerose;
- Ajuda na prevenção do cancro, diabetes, obesidade e outras doenças crónicas;
- Evita que os animais sejam capturados, enclausurados, torturados, drogados e abatidos de forma agonizante.
- Preserva as fontes de produção de alimentos e água utilizadas na alimentação dos animais, permitindo assim alimentar a fome mundial;
- Diminui a poluição gerada pela utilização de pesticidas e adubos e libertação de gás metano (produzido pela fermentação do adubo orgânico) e gás de amónia (produzido pelo excremento dos animais);
- Aumenta o nosso nível de energia, tornamo-nos então mais felizes e saudáveis.
Tem um bom dia mundial sem carne!


Entre muitos bons links que existem acerca do assunto recomendo vivamente os seguintes:

domingo, março 19, 2006

Já chegou!!

A minha swap de Março (verde) chegou 6ª feira (17) ao Canadá, e logo no St.Patricks Day!! :) Fiquei muito contente! Deixo aqui as fotos que a Rachael colocou no Flickr, podem vê-las melhor aqui e aqui.

Beijocas!! Desculpem a minha ausência!!


Image hosting by Photobucket


Image hosting by Photobucket