domingo, novembro 23, 2008

23.11.2008 - notícias

Fiquei sem computador... Por isso estou a usar o pc e a net da vizinha do lado o que é um pouco chato. Por isso não se admirem com a minha provável ausência...
Não há palavras para agradecer o vosso apoio. 10000000 beijos para todos!

tenho tido alguns sustos... tensão baixa, má-disposição, falta de força, cansaço, tenho estado a oxigénio às vezes... o coração tá fraquito...

9 comentários:

blackstar disse...

Eu sou pouco comentadora, confesso, mas sou sempre leitora!

Acima de tudo, FORÇA! MUITA!

Beijo grande...

Mãe e filho disse...

Prima linda. Sei como te deves sentir por vezes sem forças, não só fisicas, mas psicologicas tambem. Mas mantem a fé. Estou sempre aqui pensando em ti e pedindo a Deus que te proteja e te dê forças. Beijos

Mãe e filho disse...

Prima linda. Sei como te deves sentir por vezes sem forças, não só fisicas, mas psicologicas tambem. Mas mantem a fé. Estou sempre aqui pensando em ti e pedindo a Deus que te proteja e te dê forças. Beijos

tulipa disse...

Mas...pifou mesmo de vez o computador?
Não tem conserto?

Quando a «vizinha» quiser descansar os olhos ficas tu com o computador e a net dela, dá para se irem revezando...

Em 1º lugar a tua saúde, o repouso que precisas, porque o coração tá fraquito!!!
Nada de esforços...

Vamos a ver se te vou visitar 4ª ou 5ª feira. Até lá, beijinhos.

Mel disse...

Quando saires dai sabes qual é a primeira coisa que tens que fazer, não sabes? Comprar uma prenda à tua vizinha do lado, lol.

Beijokas grandes, linda!

tulipa disse...

Enquanto não posso ir visitar-te, deixo aqui um recado para que saibas o quanto gosto de ti:

Já pensei dar-te uma flor, com um bilhete, mas não sei o que escrever, sinto as pernas a tremer quando sorris para mim, quando deixo de te ver...
Vem jogar comigo um jogo, eu por ti e tu por mim. Fecha os olhos e adivinha, quanto é que eu gosto de ti.

Gosto de ti desde aqui até à lua,
Gosto de ti, desde a Lua até aqui.
Gosto de ti, simplesmente porque gosto, e é tão bom viver assim...

Ando a ver se me decido, como te vou dizer, como te hei-de contar, até já fiz um avião com um papel azul, mas voou da minha mão...
Vem jogar comigo um jogo, eu por ti e tu por mim.
Fecha os olhos e adivinha, quanto é que eu gosto de ti.

Gosto de ti desde aqui até à lua,
Gosto de ti, desde a Lua até aqui.
Gosto de ti, simplesmente porque gosto, e é tão bom viver assim...

Quantas vezes parei à tua porta, quantas vezes nem olhaste para mim, quantas vezes eu pedi que adivinhsses, o quanto eu gosto de ti.

Gosto de ti desde aqui até à lua,
Gosto de ti, desde a Lua até aqui.
Gosto de ti, simplesmente porque gosto, e é tão bom viver assim...

(André Sardet)

Baby disse...

Abraços de ternura, palavras de afago e de esperança!
Volta depressa para casa.
Um beijinho.

Loca disse...

Bêjos, amiga.
Força.

M. A. Leal disse...

Olá Tânia:
O meu nome é Márcia e sou Assistente Social na bela ilha Terceira, nos Açores. Quando estava no segundo ano da Universidade foi diagnosticado ao meu pai um problema cardíaco raro e à dois anos foi operado e colocaram-lhe um CDI. Costumo dizer que há a vida antes da doença do meu pai e a vida depois da doença do meu pai, porque as coisas nunca foram as mesmas. Mas vai-se dando o nosso melhor em cada dia, conscientes de que poderia ser infinitamente pior.
Desejo-te muita força.
Um abraço,
Márcia